Projeto de eficiência energética no HNSD vai gerar economia de até 30%

Novos equipamentos e iluminação garantem redução do consumo de energia

Projeto de eficiência energética no HNSD vai gerar economia de até 30%
Foto: Thamires Lopes/DeFato

Os investimentos feito pela Cemig no Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), em Itabira, vão gerar uma economia de até 30% mensal no consumo de energia elétrica. A inauguração dos benefícios do Programa de Eficiência Energética, que consiste na modernização de aparelhos de esterilização, lâmpadas e secadoras de roupas do hospital, aconteceu nesta segunda-feira (16). 

De acordo com o diretor executivo do HNSD, Alexandre José da Silva Coelho, com os R$ 600 mil investidos pela Cemig, foram adquiridos foram duas autoclaves  (aparelhos de esterilização de materiais hospitalares), duas secadoras de roupa e mais de mil lâmpadas de LED. A troca das lâmpadas foi encerrada há duas semanas e o reflexo na conta de luz deve ser sentido a partir do mês que vem. O valor economizado deve ser investido em outras áreas do hospital.

“Os equipamentos são da marca Baumer, a melhor do mercado. Os autoclaves novos são mais eficientes e possuem uma capacidade maior de acomodar os equipamentos. Então, fazemos a esterilização em um menor ciclo e com menor tempo. Consequentemente, utiliza-se menos vezes e consome menos energia. Da mesma maneira, as secadoras possuem uma capacidade maior e cabe um volume maior de roupa. Então, a gente consegue secar roupa em um menor tempo.De início, a gente espera que a conta de luz tenha um reflexo de 10%, chegando a 30% no decorrer do tempo”, comentou Alexandre Coelho.

Segundo o diretor de Comunicação e Sustentabilidade da Cemig, Marco Antônio Lage, os investimentos no HNSD de Itabira trazem importantes retornos para a sociedade.

O conteúdo continua após o anúncio

“É uma economia importante e os novos equipamentos também têm impacto sobre a eficiência técnica do hospital. O Programa de Eficiência Energética visa três pilares: a troca de equipamentos, a educação e mudança de hábitos. Vamos investir em 100% dos hospitais públicos, filantrópicos. É um projeto sem manipulação política. Portanto, não vamos direcionar esse cronograma em favor da política. O que vamos fazer é a favor do povo e da sociedade”, destacou Marco Antônio Lage que planeja investimentos para o Hospital Municipal Carlos Chagas entre 2020 e 2021.

Marco Antônio Lage (com microfone) é itabirano e diretor de Comunicação e Sustentabilidade da Cemig – Foto: Thamires Lopes/DeFato

Em seu discurso, o prefeito Ronaldo Lage Magalhães (PTB) lembrou que o HNSD é referência em atendimento para 29 municípios da microrregião. Ele citou que desde o primeiro dia de governo tem contribuindo com o hospital, buscando verbas e alternativas para avançar, principalmente, na alta complexidade.

“Temos que buscar alternativas sempre para a eficiência energética, que é um custo elevado para o hospital. Quando se economiza os recursos, que são escassos, gera a possibilidade de investir em outras áreas para melhorar o atendimento à comunidade”, frisou o prefeito.

Programa de Eficiência Energética 

Nos próximos 5 anos (2020-2024), o Programa de Eficiência Energética irá investir cerca de R$ 100 milhões na área da saúde. O recurso será direcionado para garantir ações de eficiência energética em 100% dos hospitais beneficentes (públicos e filantrópicos) atendidos pela Cemig. O Programa de Eficiência Energética Cemig é regulado pela Aneel e se baseia no incentivo à mudança de hábitos, resultando na redução e eliminação do desperdício como forma de bom uso e preservação dos recursos naturais.

Galeria de Fotos

MAIS NOTÍCIAS